Comunicação positiva, inclusiva, cuidadora.

Porto Alegre. 16 e 23 de junho

 

Escrever é alumiar. É acender todas as luzes que estavam apagadas no peito de quem lê ao provocar perguntas, sugerir caminhos não óbvios para as ideias e dizer nas entrelinhas: cada palavra tua é uma estrela. Guia. Como lembrar disso em meio a uma rotina de prazos apertados, avanços de retrocessos e uma obrigação de fazer do trabalho o objeto de desejo da sua existência? Repensando quem você é, onde você está e pra onde você quer ir. Descobrindo um tipo de comunicação que pode ser cuidadora, positiva e inclusiva, onde o seu saber seja utilizado de forma útil. E linda.

A aula de 4 horas (sem intervalo) foi desenvolvida pela escritora Cris Lisbôa, a partir de livros da Susan Sontag, Paulo Mendes Campos, Gene Sharp e Marshall Rosenberg, músicas do Wando e conversas até o amanhecer com gente criativa e de livre pensar.

Para que tu possas: repensar produção de conteúdo, diálogo e coexistência em um mundo tão cheio de arestas. E lembrar que faz diferença e mantêm viva a esperança. Com texto? Também.

Dia 16 de junho. Vagas esgotadas.

 

Dia 23 de junho entre 14 e 18 horas. Vagas abertas.

Inscrições via sympla: https://www.sympla.com.br/comunicacao-positiva-inclusiva-cuidadora-em-porto-alegre-23-de-junho__307666

Inscrições via transferência: producao@gowriters.com.br

Urgências: whatsapp 51. 9931.48558

Básico em todas as aulas: vagas limitadíssimas, cada escriba ganha um desmanual da escrita (caderno impresso de modo artesanal, com inspirações, referências e outros caminhos) e os pré-requisitos são: caneta, humor e vontade de deslocar o coração do peito para a pontinha dos dedos. E o lanche é de Vó.

 

 

Cartas de Amor

Rio de Janeiro. 28 de junho.

 

Escrever é como se apaixonar. Exige conexão, transbordamento, entrega. Olhos nos olhos. Como lembrar disso em meio a uma rotina de comunicação violenta, prazos quase irreais e pouco tempo para o cultivo de afetos? Redescobrindo a voz das tuas palavras. Em uma aula sobre processo criativo, os princípios básicos da escrita de não ficção, empatia, comunicação positiva. Através de cartas de amor escritas por Frida Kahlo, Yoko Ono, Simone de Beauvoir e outras mulheres-abismos.

A aula de 3 horas (sem intervalo) foi desenvolvida pela escritora Cris Lisbôa, a partir de livros de Matilde Campilho, Galeano, Ruoi Kaur e cartas de amor e desamor.

Para que tu possas: repensar teu processo de criação, entender o paralelo entre a escrita e o amor, colocar em palavras todas as tuas lágrimas. E também tuas risadas.

Entre 19 e 22 horas no Casa Ipanema. Garcia d’Avila, 77.

Inscrições via sympla: https://www.sympla.com.br/cartas-de-amor-no-rio__302350

Inscrições via transferência: producao@gowriters.com.br

Urgências: whatsapp 51. 9931.48558

Básico em todas as aulas: vagas limitadíssimas, cada escriba ganha um desmanual da escrita (caderno impresso de modo artesanal, com inspirações, referências e outros caminhos) e os pré-requisitos são: caneta, humor e vontade de deslocar o coração do peito para a pontinha dos dedos. E o lanche é de Vó.

 

Dentro de ti ver o mar *

 São Paulo. 30 de junho.

 

 

“Dentro de ti ver o mar”. O livro de Inês Pedrosa batiza na água salgada a primeira aula da Go, writers no ateliê suspiro de @euliricas, em São Paulo. Dia 30 de junho, entre 10 e 14 horas, na Vila Madalena. Encontro cafuné. Sobre os caminhos da inspiração e jeitos possíveis para desaguar sentimentos em palavras.

A aula de 4 horas (sem intervalo) foi desenvolvida pela escritora Cris Lisbôa, a partir de textos de Virginia Woolf, Miranda July, Matilde Campilho, Angela Davis e Pepe Mujica.

Para que tu possas: reencontrar o caminho da inspiração, lapidar palavras pra que virem estrelas e escrever na linguagem do afeto.

Com: lanche de abuela, depoimento de Camila Lordelo – a reina do @euliricas – sobre livre criar e ser, desmanual da escrita hecho con las manos apenas para o encontro e outras delicadezas.

No Ateliê do @euliricas. Rua Patizal, 61, Vila Madalena.

Básico em todas as aulas: vagas limitadíssimas, cada escriba ganha um desmanual da escrita (caderno impresso de modo artesanal, com inspirações, referências e outros caminhos) e os pré-requisitos são: caneta, humor e vontade de deslocar o coração do peito para a pontinha dos dedos. E o lanche é de Vó.

Inscrições via sympla: https://www.sympla.com.br/dentro-de-ti-ver-o-mar-sao-paulo__306741

Transferência: producao@gowriters.com.br

Urgências: whatsapp 51. 9931.48558

Básico em todas as aulas: vagas limitadíssimas, cada escriba ganha um desmanual da escrita (caderno impresso de modo artesanal, com inspirações, referências e outros caminhos) e os pré-requisitos são: caneta, humor e vontade de deslocar o coração do peito para a pontinha dos dedos. E o lanche é de Vó.

 

 

 

© Copyright – 2018 A Go-Go Writers. Todos os direitos reservados. por EstudioMonno